segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

Saiba como funciona a portabilidade de crédito

Por Ricardo Lima Camilo

Prevista na Resolução 3.401 do Banco Central do Brasil, a portabilidade de crédito pode ser uma opção para o consumidor que quer pagar menos juros para quitar a sua dívida.
Para realizar a portabilidade, o consumidor que tem um empréstimo ou financiamento deve pesquisar as condições oferecidas por outras instituições financeiras. Além disso, é importante prestar muita atenção se o número de parcelas será o mesmo ao transferir o empréstimo para não aumentar o tamanho da dívida.
Outro ponto que deve ser observado diz respeito a outras dívidas além do financiamento. Para crédito imobiliário, por exemplo, a transferência da dívida para outro banco pode não ser vantajosa pelos custos de cartório e tarifas para vistoria do imóvel.
A instituição financeira para a qual o débito está migrando deverá fazer a quitação diretamente com aquela que originou o crédito, eliminando, assim, a necessidade de participação direta do cliente para concretização da operação.

Saiba que: A Resolução do Banco Central não obriga uma instituição financeira a comprar dívida de outra . Por isso, informe-se sobre a possibilidade de fazer a portabilidade junto ao banco escolhido para transferir o débito.
Cuidado com promessas vantajosas demais

O Procon-SP e os Procons Municipais conveniados têm recebido relatos de consumidores que são abordados pelos “pastinhas” – correspondentes bancários que saem em busca de clientes em suas residências, trabalho e em locais de passeio público, tendo como alvo principal os idosos - com ofertas de descontos e outras supostas vantagens para a quitação de dívidas, que não se concretizam ao final da operação, trazendo prejuízo aos consumidores. Veja mais sobre este tema aqui.

Em caso de dúvidas ou problemas, entre em contato com um dos canais de atendimento do Procon-SPNa Grande São Paulo e interior você pode procurar o órgão municipal de defesa do consumidor.

O Procon-SP também realiza atendimento nos postos dos Centros de Integração da Cidadania (CIC) Norte, Leste, Oeste, São Luiz, Imigrantes e Feitiço da Vila. Veja os endereços aqui.

6 comentários:

  1. Tenho um financiamento imobiliario bo banco do brasil e uma divida no cartao de credito no banco itau, posso fazer a portabilidade do cartao de credito para o banco do brasil e jutar com o financiamento para ficar uma unica divida?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa tarde, Ewandro.

      Você pode solicitar a portabilidade. Ressaltamos, porém que o procedimento deve ser aceito pelo banco de destino da dívida.

      Excluir
  2. EM MAIO DE 2014 CONTRATEI UM EMPRÉSTIMO CONSIGNADO JUNTO AO BRADESCO,PERMANECENDO COM ESTE CONTRATO ATÉ SETEMBRO/2014, OU SEJA, FORAM DEBITADAS DO MEU BENENÍCIO 5 PARCELAS.EM OUTUBRO/2014 SOLICITEI UM REFINANCIAMENTO DESTE CONTRATO COM A PRÓPRIA BRADESCO, POIS PRECISEI DE UM NOVO EMPRÉSTIMO. ENTÃO, NO DIA 14/10/2014 A BRADESCO QUITOU ESTE CONTRATO E GEROU UM NOVO, QUE COMECOU A SER DEBITADO EM NOVEMBRO/2014. AGORA,PARA MINHA SURPRESA, A BRADESCO INSISTE QUE EU ESTOU DEVENDO A PARCELA 6 DO CONTRATO QUE FOI REFINANCIADO EM OUT/2014. COMO ISTO É POSSÍVEL? SE O MESMO FOI REFINANCIADO PELA BRADESCO, ACREDITO QUE TAL OPERAÇÃO SÓ É POSSÍVEL COM AS PARCELAS EM DIA, ATÉ PORQUE , NÓS, CLIENTES, NÃO REALIZAMOS ESTAS OPERAÇÕES, POIS QUANDO TRATA-SE DE REFINANCIAMENTOS E PORTABILIDADES É TUDO FEITO INTERNAMENTE,NÃO TEMOS ACESSO.PORQUE A BRADESCO NÃO DEBITOU TAL PARCELA NA ÉPOCA? E PORQUE NÃO ENTRARAM EM CONTATO COMIGO EXPLICANDO TAL SITUAÇÃO? SE NÃO DEBITARAM O CLIENTE NÃO TEM CULPA, APESAR DE ACHAR QUE REALMENTE O DÉBITO DA PARCELA 6 NÃO PODERIA DE FATO TER SIDO DEBITADA, TANTO ESTOU CERTO QUE A BRADESCO NÃO ENCAMINHOU , NA ÉPOCA, DÉBITO EM OUTUBRO/14. JÁ RECLAMEI NO SAC DA BRADESCO E NA OUVIDORIA, MAS LIMITAM-SE A RESPONDER QUE ESTA PARCELA ESTAVA PENDENTE , SEM MAIORES DETALHES. ESTOU EM DUVIDA DE COMO DEVO PROCEDER: SE ABRO UMA RECLAMACÃO BANCO CENTRAL OU NO PROCON. POR FAVOR, PRECISO DE AJUDA! MUITO OBRIGADO E ABRAÇOS Ã TODA EQUIPE.BOA NOITE!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa tarde! Com o número do protocolo fornecido pelo SAC, reclame no Banco Central. Persistindo o problema, procure o Procon mais próximo com a cópia do contrato e outros documentos pertinentes ao caso.

      Excluir
    2. Agradeço o retorno,agora sei ao menos como continuar a "guerra".Boa noite a todos e parabéns por este serviço tão importante !!

      Excluir

Não serão publicados:

Comentários ofensivos e comentários que contenham dados pessoais como telefone, e-mail, endereço e informações bancárias (número de conta corrente e cartão de crédito, por exemplo).