sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Procon-SP alerta para empresas de comércio eletrônico que desrespeitam o consumidor

computador e cartão de crédito
Foto: SXC
A Internet introduziu na rotina dos consumidores a possibilidade de contratar serviços, fazer compras ou transações bancárias sem sair de casa. Mas é bom ficar atendo, pois algumas empresas lesam os direitos do consumidor, são os casos da Megakit Comércio de Produtos Eletrônicos Ltda (responsável pelos sites de venda www.fatordigital.net e www.planetaofertas.com.br) e da  RMX Comércio Varejista Ltda (responsável pelo site www.helloshop.com.br), empresas que atuam no comércio eletrônico e vendas por telefone.

Com 567 queixas  nos sete primeiros meses deste ano,  registradas nos canais de atendimento do Procon-SP, estes fornecedores não entregam os produtos aos consumidores, promovem cobranças indevidas (em duplicidade, compras não efetuadas ou canceladas) e não reparam produtos com defeitos.

Além das práticas lesivas apontadas, as empresas, apesar de existirem e continuarem com seus canais de venda ativos, não são localizadas em seus endereços oficiais, não responderam a grande maioria das notificações da fundação e as raras respostas são evasivas, sem efetiva solução para os problemas.

O Procon-SP está adotando medidas coletivas visando coibir a atuação dos fornecedores e evitar novas lesões, dentre estas, o encaminhamento de denúncia ao Departamento de Polícia de Proteção à Cidadania (DPPC).

Na avaliação do Procon-SP, diante dos problemas relatados e o descaso das empresas em atender aos consumidores, as pessoas devem evitar comprar desses fornecedores.

Clique aqui e veja dicas de compras seguras pela internet.