quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

Conta salário passa a valer também para funcionários públicos

Por Ricardo Lima Camilo

notas de cinquenta e cem reais e moeda de um realAntes restrita apenas aos funcionários da iniciativa privada, a conta-salário passou a ser um direito dos servidores públicos, que desde a última segunda-feira, 2 de janeiro, podem receber a remuneração no seu banco de origem e transferir para a instituição financeira de sua preferência sem pagar as taxas da operação.

Com a nova regra, prevista nas Resoluções 3402/2006 e 3424/2006, do Banco Central do Brasil, o funcionário público não será mais obrigado a utilizar os serviços do banco conveniado ao órgão em que ele trabalha. Os valores podem continuar a ser creditados no banco atual, mas será possível solicitar a transferência para a instituição de preferência do servidor, sem nenhum custo.

O funcionário, tanto da iniciativa privada, quanto da administração pública que tiver interesse em usufruir da conta salário deve procurar a agência na qual possui conta e informar para qual banco quer que o dinheiro passe a ser transferido.

O pedido deve ser feito de forma escrita ao banco, com a informação da conta em que o valor passará a ser creditado. A mudança tem que ser realizada em até cinco dias úteis após a solicitação do cliente.