sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Carnaval: dicas para curtir com saúde

confetes e fantasia de Carnaval
A combinação entre verão, feriado prolongado e excessos na alimentação e nas brincadeiras pode causar problemas à saúde. Por isso, durante o carnaval, é importante observar alguns cuidados básicos para se manter longe dos riscos e curtir o feriado de forma saudável.

Alimentos

Para garantir a segurança da diversão, é importante que sejam observados alguns cuidados na escolha e consumo de alimentos, já que aumentam o número de refeições fora de casa e o consumo de produtos em barracas de praia e por meio de ambulantes.

Regras básicas como lavar as mãos antes de comer e depois de ir ao banheiro são importantes pois, além de garantir a segurança, podem evitar a ocorrência de Doenças Transmitidas por Alimentos (DTA). Essas DTA são provocadas pelo consumo de alimentos contaminados com micróbios prejudiciais à saúde, parasitas ou substâncias tóxicas. A maior parte delas pode ser prevenida por meio da adoção de procedimentos higiênicos por parte de quem manipula os alimentos. Veja: O que observar ao se alimentar 

Sexo seguro

Ao manter qualquer tipo de relação sexual, use camisinha. Ela é sua única proteção contra as doenças sexualmente transmissíveis. Lembre-se que doenças como a Aids podem ser transmitidas até mesmo por meio de sexo oral.

Na hora de comprar a camisinha, observe a data de validade e verifique se a embalagem traz o número de registro da Anvisa (registro MS nº), além do símbolo de certificação do Inmetro. Guarde a camisinha em locais frescos e secos e a inutilize se ela estiver há muito tempo na carteira ou no porta luvas do carro. Saiba mais Doenças Sexualmente Transmissíveis

Medicamentos

Abusar de bebidas e comidas típicas na esperança de resolver o problema com medicamentos é uma armadilha perigosa. Nesses casos, a moderação é mesmo o melhor remédio. Não existe medicamento milagroso e grande parte deles não pode ser usada após a ingestão de bebidas alcoólicas.

É importante esclarecer que o uso de todo e qualquer medicamento envolve riscos, incluídos aí os que não necessitam de prescrição médica e os que são feitos à base de plantas (fitoterápicos). Além disso, o uso indiscriminado pode provocar novos problemas. E lembre-se: se você realmente necessitar ir à farmácia ou drogaria, peça a ajuda do farmacêutico.

Espumas de carnaval

As chamadas neves, serpentinas ou espumas de carnaval também merecem preocupação nessa época, sobretudo no que diz respeito ao uso por crianças. Esses produtos não devem ser inalados, ingeridos nem expostos a calor excessivo (mais de 50º C). Também se deve evitar o contato do produto com os olhos e mucosas. Em caso de ingestão, não provoque vômito. Procure imediatamente o Centro de Intoxicações mais próximo ou o médico, levando o rótulo do produto.

Desde 2007, a Anvisa estabelece critérios de segurança para a fabricação e comercialização desses produtos, impondo a obrigatoriedade de que eles passem por testes toxicológicos.

Fonte: Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa)


Nota do Blog:


Além das dicas da Anvisa, recomendamos  atenção redobrada aos que vão viajar de carro. Respeite os limites de velocidade, transporte as crianças no banco de trás, conforme exigido pelas Leis de trânsito, e lembre-se: bebida alcoólica e direção não combinam.