quinta-feira, 15 de março de 2012

Bradesco lidera ranking de reclamações fundamentadas do Procon SP

O grupo Bradesco liderou o ranking de reclamações no ano de 2011, de acordo com o Cadastro de Reclamações Fundamentadas, divulgado pelo Procon-SP,  nesta quinta-feira, 15/3 - Dia Internacional dos Direitos do Consumidor". A empresa  recebeu 1.723 reclamações e foi seguido pela B2W  (responsável pelos sites Americanas.com, Submarino e Shoptime), Itaú Unibanco, LG e TIM, entre as empresas que lideraram o ranking. 


A divulgação do Cadastro Anual de Reclamações Fundamentadas atende o artigo 44, do Código de Defesa do Consumidor, que determina:
"Os órgãos públicos de defesa do consumidor manterão cadastros atualizados de reclamações fundamentadas contra fornecedores de produtos e serviços, devendo divulgá-lo pública e anualmente. A divulgação indicará se a reclamação foi atendida ou não pelo fornecedor".
A lista contém apenas reclamações fundamentadas, ou seja, demandas de consumidores que não foram solucionadas, sendo necessária a abertura de processo administrativo para serem trabalhadas pelo órgão junto aos fornecedores. Confira o ranking das 50 empresas mais reclamadas aqui.

Atendimentos
O total de atendimentos para consultas, orientações e queixas no ano passado pelo Procon-SP foi de 727.229, aumento de 15% em relação ao registrado em 2010. Deste total, apenas 33.401 (4,59%) transformaram-se em reclamações fundamentadas. Os atendimentos geraram 137.694 encaminhamentos da Carta de Informação Preliminar (CIP) ao fornecedor. Nesta fase preliminar 76% dos casos foram solucionados.

Veja o Cadastro de Reclamações Fundamentadas de 2011 aqui.


Ranking online

Além da divulgação do Cadastro de Reclamações Fundamentadas, o Procon-SP lançou o ranking online das 30 empresas que mais geram queixas ao órgão. A lista, iniciada em 1º de janeiro de 2012 será atualizada diariamente e estará disponível no site do Procon-SP indicando também as irregularidades e o índice de solução dos fornecedores aos casos reclamados.