sexta-feira, 9 de março de 2012

Procon-SP autua postos de combustíveis por aumento abusivo de preços

Equipes de fiscalização da Fundação Procon-SP detectaram aumento de até 51% no valor do combustível comercializado em 42 postos denunciados por consumidores, durante a paralisação dos caminhoneiros na capital paulista. Dezoito serão autuados e 22 notificados a prestar esclarecimentos. Em apenas dois postos não foram encontradas irregularidades. Veja aqui a lista com os postos autuados.

Até às 18h desta quinta-feira (8/3), foram 248 denúncias de cidadãos que pagaram mais caro pelo combustível.  Segundo o diretor executivo do Procon-SP, Paulo Arthur Góes, boa parte dos postos recebeu mais de uma denúncia, sendo que em alguns casos esse número chegou a dez.  “Esse resultado representa a apuração de mais de 80 denúncias recebidas e vamos continuar trabalhando até averiguarmos tudo”.

Canais para denunciar

A Fundação Procon-SP disponibiliza para os consumidores da cidade de São Paulo que quiserem registrar denúncias de aumento abusivo de preços dos combustíveis o telefone 151. Desde   o final da tarde de ontem, o órgão passou a disponibilizar também pela internet um canal para denúncias. Para acessa-lo  clique aqui.

Esta nova alternativa visa agilizar o processo de fiscalização, além de possibilitar que o cidadão que mora em outros municípios do Estado denuncie os postos que, de forma abusiva, aumentaram o preço do combustível sem justificativa.