terça-feira, 29 de maio de 2012

Cuidados com o seu bicho de estimação

Da Equipe do Blog

Foto: SXC
Ter um animal de estimação requer, além de carinho e atenção, alguns cuidados básicos como alimentação, banho e veterinário, por exemplo. Confira algumas dicas:

Alimentação

As rações são comercializadas de várias formas: sacos, latas, caixas, formatos diversos para roer, etc. Podem ter diferentes tipos de ingredientes e composição: seca ou úmida. Também existem diferenças quanto a indicação de uso pelos veterinários e, ainda, as especificas para filhotes e adultos, animais senis e obesos, etc. Portanto, antes da compra, avalie qual a mais indicada para as características e necessidades de seu animal e em caso de dúvidas consulte um veterinário.

Após a definição da ração, a pesquisa de preços também é um item a ser considerado, já que os preços destes produtos não são tabelados e variam de acordo com a qualidade e local de venda.

Fique atento à embalagem destes produtos que devem trazer informações quanto à identificação do fabricante, peso, registro no Ministério da Agricultura, ingredientes e composição, além da quantidade diária indicada, forma de utilização e prazo de validade. Quando a compra for a granel, estas informações deverão estar disponibilizadas ao consumidor em cartazes ou plaquetas próximos à mercadoria, de forma clara e precisa.

Não deixe de solicitar a nota fiscal de compra: ela é sua garantia no caso de problemas com o produto.


O "poderoso" Hércules"
Serviços veterinários

Os cuidados veterinários devem ser uma rotina na vida do seu animal. Antes de optar por uma clínica ou profissional, peça a opinião de pessoas conhecidas que já utilizam os serviços de um determinado fornecedor. Outras pontos a serem observados são:

  • Observe as condições de higiene da clínica escolhida;

  • Peça para visitar a área de canil ou gatil, assim quando seu animal tiver que se internar ou mesmo se hospedar, você já sabe para onde irá mandá-lo. Verifique se as gaiolas estão limpas e sem odor;
  • Quando estiver na clínica veterinária, observe se animais saudáveis estão separados dos doentes. Lembre-se de que a área de isolamento deve estar bem distante do local de internação dos demais animais, pois algumas doenças são extremamente contagiosas (pelo ar) e podem ser fatais.
  • Certifique-se de quais serviços de emergência e quantos veterinários a clínica disponibiliza. É importante que os profissionais sejam acessíveis para tirar dúvidas;

Importante: Serviços veterinários não podem estar vinculados à venda de produtos da própria clínica. Em caso de vacinação do animal, verifique se a vacina está dentro do prazo de validade.

Em caso de problema após uma vacina ou cirurgia, tente negociar com a clínica. Caso não consiga, procure o órgão de defesa do consumidor de sua cidade ou o Poder Judiciário.



Pitucha pronta para o frio
Banho e tosa

-Verifique previamente as condições de higiene do local, quais produtos que a empresa utiliza e se ela se preocupa em colher informações do animal. Também é importante que o fornecedor informe de maneira clara e precisa qual serviço que será prestado e o valor a ser pago;

- O pet shop tem que fornecer um recibo toda vez que prestar qualquer tipo de serviço. É importante que neste documento constem a especificação do serviço realizado e a identificação da empresa, como o CNPJ e a razão social.

- Se o serviço não ficar de acordo com o combinado, você pode exigir sua reexecução ou abatimento proporcional do preço. Se o animal apresentar algum problema como machucado ou alergia, o consumidor tem direito à restituição do valor pago;

-Havendo algum gasto posterior por essa falha no serviço, deverá haver reembolso por parte do fornecedor. Neste caso, é necessário que se guarde toda documentação que comprove os valores gastos;

- Dicas de pessoas conhecidas podem ajudar na escolha do pet shop.