sexta-feira, 13 de julho de 2012

Dicas culturais para o seu final de semana




Jorge Amado e Universal”: Um olhar inusitado sobre o homem e a obra

A exposição Jorge Amado e Universal, que faz parte das comemorações oficiais do centenário de nascimento do escritor, é uma realização da Grapiúna e da Fundação Casa de Jorge Amado, em parceria com a Secretaria de Cultura do Governo de São Paulo e o Museu da Língua Portuguesa.

Com acervo pertencente à Fundação Casa de Jorge Amado e à família do célebre escritor, Jorge Amado e Universal fica até 22 de julho na capital paulista, seguindo posteriormente para o Museu de Arte Moderna da Bahia em Salvador. 

A mostra está dividida em módulos distintos, cada um deles dedicado a um aspecto marcante na vida do autor. Não existe a pretensão de esgotar nem a biografia, nem a criação ficcional de Jorge Amado. A ideia é fornecer pistas, sugerir caminhos, para que o visitante fique instigado, tenha vontade de ler e de descobrir mais depois da exposição, aliás, esta é uma característica sempre presente nas exposições realizadas no Museu da Língua Portuguesa. Veja mais sobre a exposição aqui.

O Museu da Língua Portuguesa fica na Praça da Luz s/nº, Centro de São Paulo. O funcionamento é de terça a domingo, das 10 às 17h. 

Cinema 

Está aberta até quinta-feira (19) a 7ª edição do Festlatino – Festival de Cinema Latino- Americano de São Paulo, com sessões gratuitas exibidas em quatro espaços culturais.
São mais de 70 filmes – da Argentina, Brasil, Bolívia, Chile, Colômbia, Costa Rica, Cuba, Equador, Venezuela, Panamá, Peru, Porto Rico e Uruguai, entre inéditos no País e premiados em festivais.

Mais de 30 convidados internacionais estarão no evento. Durante a programação haverá a Competição de Escolas de Cinema Ciba-Cilect (entre curtas de instituições da Argentina, Brasil, Cuba, Equador, México e Uruguai).

O festival é uma realização da Associação do Audiovisual, da Secretaria de Estado da Cultura e do Memorial da América Latina.  A programação completa e mais informações sobre o festival podem ser encontradas no site  www.festlatinosp.com.br

Foto: Divulgação/MIS
Dança

O Museu da Imagem e do Som (MIS) inaugura, amanhã (dia 14) às 18 horas, o projeto mensal de dança contemporânea que une performance a audiovisual, dando oportunidade a artistas de transmitir por diferentes linguagens sua obra num novo espaço público. Amanhã, a primeira a se apresentar será a bailarina Morena Nascimento, que mostrará uma peça especialmente criada para o museu. 

Recém-chegada de uma temporada de espetáculos em Londres, a artista participou do filme Pina, de Wim Wenders. O evento, que tem curadoria da artista argentina, radicada no Brasil, Natalia Mallo, conta com a exibição de uma seleção de filmes de vídeo dança. Depois da coreografia de Morena, alguns artistas apresentam trechos de seus trabalhos.

 O Museu da Imagem e do Som – MIS fica na Av. Europa, 158 – Jardim Europa – São Paulo. A entrada é franca. Classificação 18 anos.

Tutto Fellini

Com curadoria de Sam Stourdzé - diretor do Musée de l'Elysée de Lausanne, na Suíça- a exposição traz fotografias, desenhos feitos pelo próprio diretor, revistas de época, cartazes, entrevistas, trechos de filmes e muitos outros documentos inéditos. A montagem foi dividida em quatro núcleos, concebidos como uma espécie de laboratório visual, que favorece o diálogo entre imagens estáticas e em movimento, seguindo um percurso pontuado pelas obsessões de Fellini.

A exposição estará até o dia 16 de setembro no SESC Pinheiros, localizado na Rua Paes Leme, 195, Pinheiros. 

Outras dicas podem ser encontradas no site da Secretaria do Estado da Cultura e no blog Um Instante na Biblioteca.