sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

Dicas para aproveitar as férias

As férias chegaram e para quem vai ficar na cidade ou colocar os pés na estrada, é possível se divertir de graça ou pagando pouco.

A dica é procurar por espaços públicos de cultura e lazer, tais como bibliotecas, museus, centros culturais e parques. Eles oferecem uma programação variada, com teatro, música, cinema, literatura, contação de histórias, dança, exposições e oficinas para todos os públicos.

E fique atento: alguns locais, como os museus por exemplo, cobram ingresso, mas dedicam um dia da semana para entrada gratuita.

Confira na Secretaria Estadual de Cultura, no Guia SP Cultura (site da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo), no Guia de Acessibilidade Cultural (oferece informações sobre a acessibilidade dos equipamentos culturais da cidade de São Paulo) e em Parques Estaduais.

Em janeiro, o Procon-SP vai divulgar algumas opções de diversão sem pesar muito no bolso. 

Museu do Café vai à praia


Imagem: site do Museu do Café
Neste verão, o Museu do Café, instituição da Secretaria de Estado da Cultura, não estará apenas no Centro Histórico de Santos. O projeto “Museu do Café vai à praia”, realizado em parceria com a Prefeitura de Santos, levará um pouco da história do café e das atividades do Museu para orla da cidade.

A programação acontece entre os dias 3 e 30 de janeiro em uma tenda personalizada na praia do Gonzaga, em Santos. Entre as diversas atrações, o Museu do Café preparou atividades educativas, oficinas, degustação de drinks de café e exposição de objetos históricos.

A entrada é gratuita, assim como todas as atividades que serão realizadas no local.

Programação completa

Fonte: Secretaria Estadual de Cultura

Férias no Museu do Futebol

Imagem: Museu do Futebol
Lazer cultural é o programa que o museu proporciona no período de férias para toda a família. Até o dia 3 de fevereiro, pais e filhos participam de atividades gratuitas sempre de terça-feira a domingo, das 10 às 17 horas, com o objetivo de divertir, educar e ensinar. Nas oficinas de origami, os visitantes aprendem a criar peças lúdicas e decorativas, por meio de papéis de diferentes tamanhos, cores e texturas.

Na oficina de ilusão de ótica, o participante escolhe o brinquedo a ser construído e recebe orientações das etapas para a construção. Ainda tem oficina para desenhar e criar objetos de massinha – desde bonecos e bichos até escudos dos grandes times do Brasil e do mundo.

No espaço de leitura, o público tem acesso a obras que abordam o universo do futebol de várias maneiras. Uma contadora de histórias anima a roda de livros.

Nos finais de semana, tem oficina com pintura facial, com temática futebolística.

Serviço

Praça Charles Miller – Pacaembu – São Paulo
Telefone (11) 3664-3848
Terça-feira a domingo, das 10 às 17 horas
Entrada franca
Ingressos para visitar o Museu do Futebol: R$ 6 e R$ 3 (meia-entrada)
Pessoas com deficiências não pagam
Até 3 de fevereiro

Fonte: Agência Imprensa Oficial

No MIS, a história do videoclipe musical

Imagem: MIS-SP

Inédita do gênero no Brasil, a exposição Spectacle – The Music Vídeo explora a importância do videoclipe na cultura contemporânea. 

Em exibição, projeção de mais de 350 videos, fotografias, objetos, instalações interativas e reconstituições de cenários, como a parede de peças de Lego (foto), utilizada no clipe de Fell in Love with a Girl, da dupla The White Stripes.

Spectacle traz exemplos importantes da história do videoclipe musical, dos pioneiros e mestres da MTV, que sabiamente usaram esse veículo para definir sua identidade junto ao público (como as bandas Devo, Beastie Boys e a cantora Madonna) a artistas mais recentes como Arcade Fire, OK GO e Lady Gaga, entre outros. Algumas raridades também estão sendo consideradas, como o clipe “América do Sul”, de Ney Matogrosso, considerado o primeiro videoclipe exibido na TV brasileira. 

Serviço

Museu da Imagem e do Som - MIS

Até: 27/01/13
Horário: de terças a sextas, das 12 às 21h | sábados, domingos e feriados, das 11 às 20h
Local: Espaço Expositivo 1º e 2º andar, Espaço Redondo (1º andar) e Auditório MIS (173 lugares)
Ingresso (exposição): R$4 (inteira) | R$2 (meia). Menores de cinco anos não pagam
Ingresso M-v-f Screenings: gratuito (sujeito à lotação da sala – retirada de ingressos com uma hora de antecedência na Recepção MIS)
Classificação: livre

Fonte: Agência Imprensa Oficial e Secretaria Estadual de Cultura