terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

Carnaval: caia na folia sem se descuidar


O Carnaval está chegando e muita gente não vê a hora de aproveitar os dias de folia. Mas é bom ter cuidado com o bolso e com a saúde para que a quarta-feira de cinzas não chegue de maneira antecipada.

Para quem vai viajar, é importante ficar atento ao cumprimento do que foi ofertado na hora da venda: valores cobrados, categoria das passagens, taxas de embarque, tipos de acomodação (quarto duplo, individual), translados, refeições oferecidas, guias, número exato de dias, juros nos pagamentos a prazo e, por fim, despesas extras que ficarão por conta do consumidor.

No caso de viagens internacionais, a conversão cambial nas compras realizadas com cartão de crédito será feita para pagamento em real na data de vencimento do fechamento da fatura. Portanto, é importante verificar a conveniência de optar por outras formas de pagamento como traveler check, por exemplo.

Outra dica é ter muita atenção com as bagagens: Identifique as malas com laços, ou fitas para facilitar o reconhecimento, também é interessante trancá-las com cadeados. Se estiver transportando presentes, leve na bagagem de mão as notas fiscais de compra; carregue os documentos pessoais e objetos de valor, como joias, na bagagem de mão. Por fim, exija que um funcionário da empresa transportadora identifique toda a bagagem com um tíquete próprio, do qual uma parte fica com o passageiro.

No transporte aéreo as malas, sacolas, pacotes ou bolsas de mão devem ser identificadas, dentro e fora, com etiquetas que contenham seu nome, endereço completo e telefone. Eventuais excessos de bagagem podem ser cobrados. Portanto, verifique com antecedência o limite de peso ou volume determinado pela companhia (deve constar no contrato de prestação de serviço). Algumas bagagens, obrigatoriamente, devem ser despachadas como carga, informe-se junto a companhia aérea, inclusive sobre o valor da taxa.

Aluguel para temporada

O prazo deste tipo de locação não pode ultrapassar 90 dias e o pagamento de alugueis e encargos podem ser solicitados antecipadamente e de uma só vez.

Exija recibo discriminado de todas as quantias pagas. Se possível, verifique a localização do imóvel, inclusive as condições de acesso ao local, pontos de referência e infraestrutura da região.

Sempre que for possível, faça uma visita ao local, em companhia do proprietário ou representante, relacionando por escrito as condições gerais em que se encontra o imóvel. Na impossibilidade dessa inspeção, procure obter informações com conhecidos que já tenham ocupado o imóvel, não confiando apenas em fotos.

Faça um contrato, contendo tudo o que foi tratado verbalmente, discriminando data de saída, nome e endereço do proprietário, preço e forma de pagamento, local de retirada das chaves, tipo e número de cômodos, garagem, etc.. Caso o imóvel seja mobiliado, devem constar neste documento a descrição de seu estado de conservação e a relação de móveis e utensílios disponíveis. Ao final da locação efetue nova vistoria.

Cuidados com a saúde

Além dos cuidados com viagem e hospedagem, o folião deve ter atenção com a saúde. Por isso destacamos alguma dicas da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), que já postamos no ano passado.

Alimentação

Para garantir a segurança da diversão, é importante que sejam observados alguns cuidados na escolha e consumo de alimentos, já que aumentam o número de refeições fora de casa e o consumo de produtos em barracas de praia e por meio de ambulantes.

Regras básicas como lavar as mãos antes de comer e depois de ir ao banheiro são importantes pois, além de garantir a segurança, podem evitar a ocorrência de Doenças Transmitidas por Alimentos (DTA). Essas DTA são provocadas pelo consumo de alimentos contaminados com micróbios prejudiciais à saúde, parasitas ou substâncias tóxicas. A maior parte delas pode ser prevenida por meio da adoção de procedimentos higiênicos por parte de quem manipula os alimentos.

Sexo seguro

Ao manter qualquer tipo de relação sexual, use camisinha. Ela é sua única proteção contra as doenças sexualmente transmissíveis. Lembre-se que doenças como a Aids podem ser transmitidas até mesmo por meio de sexo oral.

Na hora de comprar a camisinha, observe a data de validade e verifique se a embalagem traz o número de registro da Anvisa (registro MS nº), além do símbolo de certificação do Inmetro. Guarde a camisinha em locais frescos e secos e a inutilize se ela estiver há muito tempo na carteira ou no porta luvas do carro.

Medicamentos

Abusar de bebidas e comidas típicas na esperança de resolver o problema com medicamentos é uma armadilha perigosa. Nesses casos, a moderação é mesmo o melhor remédio. Não existe medicamento milagroso e grande parte deles não pode ser usada após a ingestão de bebidas alcoólicas.

É importante esclarecer que o uso de todo e qualquer medicamento envolve riscos, incluídos aí os que não necessitam de prescrição médica e os que são feitos à base de plantas (fitoterápicos). Além disso, o uso indiscriminado pode provocar novos problemas. E lembre-se: se você realmente necessitar ir à farmácia ou drogaria, peça a ajuda do farmacêutico.

Espumas de carnaval

As chamadas neves, serpentinas ou espumas de carnaval também merecem preocupação nessa época, sobretudo no que diz respeito ao uso por crianças. Esses produtos não devem ser inalados, ingeridos nem expostos a calor excessivo (mais de 50º C). Também se deve evitar o contato do produto com os olhos e mucosas. Em caso de ingestão, não provoque vômito. Procure imediatamente o Centro de Intoxicações mais próximo ou o médico, levando o rótulo do produto.