quarta-feira, 29 de maio de 2013

Dicas culturais para curtir o feriado

Por Denise Martins

Peça "Quem tem medo do escuro?" no Centro Cultural São Paulo


Imagem: SPCultura
A Caravana Companhia de Teatro está em cartaz no Centro Cultural São Paulo com a peça infantil Quem Tem Medo do Escuro, que tem direção de Evandro Rigonatti e texto de Márcio Araújo e Fernanda Morais.

Imagine o que pode acontecer quando três crianças se preparam para dormir num mesmo quarto escuro. O que teria dentro do guarda-roupa? Por que a bruxa, o fantasma, o monstro aparecem na silhueta dos móveis na imaginação da criança? Quem tem medo do escuro? trata de maneira lúdica e criativa o enfrentamento dos medos destes pequenos para a vida. 

No dia 07/06, às 14h30, haverá interpretação em Libras. No dia 28/06, às 14h30, a sessão terá audiodescrição.

espetáculo permanece em cartaz até dia 7 de julho. 

Serviço

Local: Centro Cultural São Paulo - Sala Jardel Filho
Dias e horários: de 18/05 a 07/07, sábados, domingos e feriados, às 16h.
Endereço: Rua Vergueiro 1000 - Paraíso - São Paulo/SP (ao lado da estação Vergueiro do Metrô)
Telefone: (11) 3397-4036
Ingressos: R$15,00 (a bilheteria abre duas horas antes do início do espetáculo) - preço popular: R$3,00 (dia 29/6).

Fonte: CCSP

Exposição Fela Kuti no Museu Afro Brasil

Está em cartaz no Museu Afro Brasil, instituição da Secretaria de Estado da Cultura, a exposição Fela Kuti – O Design Gráfico dos LP’s, com curadoria de Emanoel Araújo. Músico reconhecido mundialmente pelo engajamento e criatividade de seu trabalho, Fela Kuti traduziu sua Nigéria natal, principalmente nos anos 70 e 80, em sons e letras audaciosas. As 41 capas de discos que compõem a exposição trazem um recorte das artes criadas pelo artista e designer nigeriano Lemi Ghariokwu, que ampliou o conceito musical de Fela Kuti graficamente. 

Criador do gênero musical afrobeat, que mistura as batidas dos tambores tradicionais africanos com a guitarra e o balanço do jazz e do funk, além de outros ritmos, Fela produzia uma música alegre, mas com forte conteúdo social e de protesto. Nascido no ano de 1938, o músico, ativista político e dos direitos humanos, lançou mais de 70 discos, combateu o governo e uma sociedade elitista e excludente, e fundou sua própria república. Faleceu em 1997, na Nigéria.

Serviço

Local: Museu Afro Brasil
Período: de 18 de maio a 18 de agosto de 2013
Endereço: Av. Pedro Álvares Cabral, s/n - Parque do Ibirapuera, portão 10, São Paulo/SP
Tel.: (11) 3320-8900 ramal 8921 – agendamento/ educativo para visitas monitoradas
Funcionamento: de terça a domingo, das 10h às 18h (entrada até as 17h)
Entrada Gratuita

Fonte: Assessoria de imprensa do Museu Afro Brasil

Revelando São Paulo - Vale do Ribeira




Fandango, noite de São João, cortejo do Boi Tata, romaria fluvial, encontro de bandas e fanfarras, artesanato, pratos tradicionais da culinária paulistana........uffa........tudo isso faz parte da programação da 10ª edição do Revelando São Paulo Vale do Ribeira, que acontece de 29 de maio a 2 de junho (em pleno feriado), no Centro de Eventos Prefeito Casemiro Teixeira, em Iguape.  

Diariamente, das 9h às 21h, com toda a programação gratuita, 90 municípios do Estado levarão a Iguape o colorido, a beleza, aromas e sabores das culturas tropeira, caiçara e caipira. São bordados, cestos de palha, bonecas de pano, panelas de barro, o cafezinho caipira, a broa de milho feita no fogão a lenha, tainha assada, a moqueca de manjuba, feijão tropeiro e o bolo de roda, entre outras iguarias gastronômicas e artefatos artesanais, distribuídos em espaços dedicados ao artesanato tradicional e espaços de culinária regional.

O Balé Folclórico se apresenta no dia 01/06, às 20:30
Foto: https://www.facebook.com/revelandosaopaulo1
Nesta edição comemorativa de 10 anos, a programação apresenta como destaque a romaria fluvial, com a participação dos barcos das comunidades caiçaras; a Vila de Iguape, um novo espaço dentro do centro cultural com o artesanato e a lavra de uma Uba (canoa de um tronco só) – além do espaço indígena que vem com uma proposta ampliada e a participação de sete comunidades.


Fonte: Assessoria de imprensa - SEC

Homenagem a Adoniram Barbosa em Campinas

Com a colaboração do Núcleo Regional de Campinas


Dia 1, sábado, às 20h e no dia 2, domingo, às 16h e 19h o Teatro do SESI Amoreiras - Campinas recebe o espetáculo "Adoniran". A entrada é gratuita.

No centenário do nascimento de Adoniran Barbosa, o pai do samba paulista, o Ballet Stagium dança Adoniran, o poeta que, por sua obra musical, retrata a cidade de São Paulo mediante um dos fundamentos de sua formação como cidade moderna: o amálgama entre culturas. A partir do bairro da Bela Vista, vai misturando cultura européia – italianos do Bixiga - com cultura do Brasil, notadamente aquela de extração africana, as duas se entrelaçando na origem deste bairro central da capital de São Paulo. O que resulta são os sotaques próprios de suas antológicas canções, como Samba Italiano, Iracema, Mariposas, Bom Dia Tristeza, Tiro ao Álvaro, Saudosa Maloca e Trem das Onze.

Em cena, além da tradução das canções de Adoniran, ainda temos uma possível representação de uma figura sua - na forma de clown, maestro sem orquestra, mago que observa a ação que se vai tecendo, ao longo do espetáculo.

Serviço

Local: Teatro do Sesi Campinas
Dias e horários: 1º e 2 de junho; sábado, às 20h, e domingo, às 16h e 19h.
Endereço: Av. das Amoreiras, 450, Parque Itália - Campinas/SP
Telefone: (19) 3772-4100
Entrada gratuita. Os ingressos serão distribuídos 1 hora antes do início do espetáculo


Veja mais dicas culturais na Secretaria Estadual de Cultura, no Guia SP Cultura (site da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo) e no Guia de Acessibilidade Cultural (informações sobre a acessibilidade dos equipamentos culturais da cidade de São Paulo).