sexta-feira, 24 de maio de 2013

Recall Tylenol gotas: confira as orientações do Procon-SP

Imagem: divulgação

A Janssen-Cilag Farmacêutica comunicou que está retirando das farmácias os lotes do medicamento Tylenol Gotas - indicado como antitérmico e analgésico - fabricados entre dezembro de 2011 a novembro de 2012, por apresentar defeito na embalagem.

No comunicado a empresa informa que o defeito identificado poderia causar o desprendimento do gotejador, nestas situações, pode ocorrer a ingestão acidental em dose excessiva do medicamento que pode ocasionar náusea, sonolência e dano ao fígado. A empresa esclarece que, nestes casos, o pacientes deve procurar imediatamente um médico. Orienta ainda, que quem tiver o produto em casa, para maior segurança, não deve administrá-lo diretamente na boca.

O Procon-SP esclarece que o consumidor que estiver de posse de alguma unidade do lote envolvido no recall e ainda possuir a nota fiscal poderá efetuar a trocar ou ser ressarcido – com a devolução do valor pago – no local da compra. Caso não tenha a nota, o consumidor deve entrar em contato com a empresa por meio do telefone 0800 728 6767 ou do site www.tylenol.com.br.

O que diz a lei

O Código de Defesa do Consumidor, em seu artigo 10, estabelece que: “ O fornecedor não poderá colocar no mercado de consumo produto ou serviço que sabe ou deveria saber apresentar alto grau de nocividade ou periculosidade à saúde ou segurança.

§ 1º O fornecedor de produtos e serviços que, posteriormente à sua introdução no mercado de consumo,tiver conhecimento da periculosidade que apresentem, deverá comunicar o fato imediatamente àsautoridades competentes e aos consumidores, mediante anúncios publicitários".

Os consumidores que já passaram por algum acidente causado pelo defeito apontado poderão solicitar, por meio do Poder Judiciário, reparação por danos morais e patrimoniais, eventualmente sofridos.

Quem encontrar dificuldade em efetuar a troca do produto ou receber o dinheiro de volta, poderá procurar os canais de atendimento do Procon-SP ou o órgão de defesa do consumidor de sua cidade.

Da Assessoria de Comunicação Social da Fundação Procon-SP