segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Colchões: nova norma técnica para fabricantes já está em vigor


Já está em vigor a portaria do Instituto Nacional de Metrologia (Inmetro) que obriga os fabricantes de colchões e colchonetes de espuma feitos no Brasil a atender à norma da ABNT NBR 13579-1, que estabelece os parâmetros para a produção desses produtos.

A nova regulamentação foi criada depois que o instituto realizou testes e constatou que 67% dos produtos não atendiam às normas de qualidade nos quesitos intensidade, resistência e conforto. A portaria do Inmetro foi publicada em fevereiro de 2011. No entanto, fabricantes tiveram prazo de 30 meses para se adequar às exigências do regulamento. Os comerciantes têm até 3 de fevereiro de 2015 para encerrar o estoque e a venda de colchões e colchonetes sem o selo de segurança do Inmetro. As regras também se aplicam aos produtos importados.

“A regulamentação compulsória irá garantir a qualidade do colchão de espuma de poliuretano, atestando que o consumidor tenha segurança na hora da compra”, informou o coordenador da Comissão de Poliuretanos, Marco Fay.

Certificação

A regulamentação do Inmetro prevê a fiscalização do processo de produção e a concessão de um selo compulsório que assegurará a qualidade dos colchões de espuma. Para obter a certificação, os produtos também terão de passar por ensaios que comprovem as características técnicas dos colchões informadas pelos fabricantes. O processo de fiscalização ficará a cargo do Inmetro ou de entidades a ele vinculadas.

No Brasil, há entre 350 e 400 fabricantes de colchões e colchonetes de poliuretano, que representam entre 60% e 65% do mercado total, o que mostra a preferência dos brasileiros por esse material.