quinta-feira, 8 de agosto de 2013

Vai construir ou reformar? Confira nossas dicas para a compra de material para construção

Por Rosi Palma



Imagem: SXC
Construir ou reformar a casa requer tempo, paciência e gera muitos gastos (além de muita sujeira). O consumidor deve ter muita atenção antes de comprar o material de construção e de contratar profissionais para realizar o serviço. Confira as nossas dicas:

Financiamento


A recomendação inicial é pesquisar. Alguns bancos possuem linhas de crédito específicas para material de construção, além disso, existe a opção dos microcréditos oferecidos nas lojas . Estude bem alternativas antes de assinar um contrato.
Independentemente da escolha, é sempre bom lembrar que a oferta de crédito deve assegurar informações claras sobre o valor à vista, total a prazo, número de parcelas, taxa de juros aplicada, encargos e o Custo Efetivo Total (CET) da operação.

O consumidor também deve ter em mente que a concessão do crédito não pode estar atrelada a contratação de qualquer outro produto e/ou serviço. Tal condicionamento é considerado prática abusiva.

Mão - de - obra
Antes de contratar um profissional ou uma empresa para realizar a obra em sua casa, busque referências de pessoas conhecidas que já utilizaram o serviço. Solicite um orçamento prévio, onde devem constar: o custo do serviço; a quantidade e quais materiais serão utilizados; além do prazo para início e término da obra. Lembrando que qualquer alteração no que foi previamente acertado, deve ser negociado entre as partes.
Antes de comprar o material, consulte um profissional para orientá-lo. Realize uma pesquisa de preços junto às lojas ou por meio de cadernos especializados de jornais e revistas, além de sites na internet.
Imagem: SXC
Areia e cimento
Verifique o prazo de validade na embalagem do cimento, evitando adquiri-lo com muita antecedência. É comum esse material empedrar ao ficar muito tempo guardado, além de estar sujeito ao comprometimento de sua qualidade, em função de condições desfavoráveis de armazenamento.
A areia pode ser grossa, fina ou misturada e deve ser adquirida de acordo com a necessidade da obra. Há possibilidade de ser vendida em grandes quantidades, por metro cúbico, ou em pequenas embalagens plásticas. 

Evite comprar areia quando ela estiver úmida, pois isso pode alterar a sua quantidade. Verifique também se não há terra ou pó de serragem misturados à areia, o que poderá provocar problemas na obra.
Material hidráulico
Consulte um encanador para saber quais são os produtos mais adequados para sua casa. Certifique-se de que as conexões adquiridas sejam adequadas às tubulações, para evitar problemas. Atenção para as metragens: algumas lojas fornecem o preço do metro, mas somente comercializam barras inteiras, com 3 ou 5 metros.
Lajes
Verifique se as vigas têm a identificação e as marcas do fabricante para facilitar a montagem. Solicite o manual de instruções e observe se as medidas são adequadas para o tipo de construção.
Pisos e azulejos 
Imagem: SXC
Verifique com cuidado a metragem da área onde serão aplicados esses produtos.  Por precaução, compre sempre um pouco a mais, que servirá de reserva em caso de quebra de algumas peças (sempre há quebras, além dos recortes para o roda pé).
Oriente o responsável pela colocação do piso a observar falhas ou defeitos no produto que possam comprometer a estética do ambiente. Nessa hipótese, não coloque o piso ou azulejo. Entre em contato com o fornecedor e exija a troca.
Lembre-se, ainda, de considerar a necessidade de serem ou não antiderrapante.

Louças e metais
Verifique as instruções de instalação e uso e fique atento às medidas dos produtos, que devem ser compatíveis com as da área onde serão instalados.


Imagem: SXC
Tintas
Observe o tipo de tinta mais adequado para o local onde será aplicada e seu prazo de validade. Consulte um profissional da área para orientá-lo sobre a quantidade necessária, evitando o desperdício. Esteja atento ao código da cor e da tonalidade da tinta, caso haja a necessidade de adquiri-la novamente para futuros reparos.

Lâmpadas e luminárias
Imagem: SXC
As lâmpadas devem conter, no vidro, a indicação da potência, da corrente nominal, além do nome ou logotipo do fabricante.
A voltagem das lâmpadas deve ser compatível com a do local em que serão utilizadas. 
As lâmpadas fluorescentes duram mais e economizam energia. São indicadas para áreas de grande circulação, como cozinha, área de serviço, garagem, banheiro, etc.
Entrega do material
- Confira todo o material, inclusive quantidades e valores. Caso haja irregularidades, não aceite o produto nem assine o recibo. Faça uma observação no verso da nota fiscal e entre em contato com a loja para resolver a questão. Não solucionando o problema, recorra ao órgão de defesa do consumidor de sua cidade;
- Caso resida em condomínio, verifique as regras  para o recebimento de material e oriente o fornecedor. Informe-se se a entrega de materiaI é feita até a unidade (apartamento/casa) ou apenas até a portaria, isso pode evitar transtornos (e dores nas costas!);
- Para a entrega de produtos ou prestação de serviços, o fornecedor que atua no Estado de São Paulo deve obedecer às determinações da Lei da Entrega (Lei Estadual 13.747/09). De acordo com ela, as empresas devem fixar data e turno, que podem ser das 7h às 11h; das 12h às 18h; e das 19h às 23h, para a entrega de produtos e realização de serviços. Ainda de acordo com a norma, a empresa deve informar previamente as datas e turnos disponíveis e fica a critério do consumidor a escolha dentre as opções apresentadas;

Seus direitos
De acordo com o Código de Defesa do Consumidor:
  • As embalagens dos produtos devem assegurar informações corretas e precisas sobre suas características, qualidade, quantidade e prazo de validade, bem como sobre os riscos que apresentam à saúde e segurança dos consumidores;
  • Se o produto comprado apresentar problemas ou se o conteúdo líquido não estiver de acordo com as indicações constantes da embalagem ou da mensagem publicitária, e não houver uma solução em até trinta dias, você poderá exigir a substituição do produto, ou a restituição da quantia paga, ou o abatimento proporcional do preço ou a complementação do peso ou da medida;
  • No caso de venda de produtos fora do estabelecimento comercial ( internet, por exemplo), você pode desistir da compra em um prazo de até sete dias, a contar da data da compra ou do recebimento do produto.
Importante! Antes de adquirir o material para construção e acabamento, verifique se na embalagem constam o nome, o CNPJ e o endereço do fabricante.
Em caso de dúvidas, o consumidor poderá procurar um dos canais de atendimento do Procon-SP. Caso não resida na cidade de São Paulo, consulte o telefone e o endereço dos Procons Municipais aqui.


Nota do blog

Se você mora em um condomínio, não saia quebrando (ou erguendo) paredes, trocando portas e janelas sem antes consultar o síndico. Veja a possibilidade de conseguir a planta do imóvel e/ou informações a respeito da rede elétrica, encanamentos e colunas. Evite transtornos para você e seus vizinhos!