quinta-feira, 24 de outubro de 2013

Quase a metade dos consumidores já comprou algo que não usou. É hora de revermos nossos hábitos?

Por Ricardo Lima Camilo

Assim como  o post de ontem, hoje vamos tratar de endividamento e a necessidade de ficarmos mais atentos ao nossos hábitos de consumo. Levantamento do SPC Brasil (Serviço de Proteção ao Crédito) mostra que 47% dos consumidores brasileiros já pagou por algum produto que não usou. Foram 610 entrevistados nas 27 capitais estaduais. 

Segundo a pesquisa, que tem margem de erro de 4,0 percentuais, isso ocorre porque o consumidor brasileiro tende a se preocupar com a imagem que transmite às pessoas do seu convívio, idealizando para si próprio um padrão de consumo que muitas vezes não corresponde ao orçamento pessoal. Por esse motivo, três em cada dez entrevistados já se sentiram discriminados por um vendedor e acabaram comprando o produto para provar que tinham condições financeiras de arcar com o custo. Com certeza alguns leitores do blog já fizeram isso com cara de poucos amigos e saíram da loja com um ar  de superioridade e nem perceberam o sorriso de satisfação do vendedor que acabou de ganhar uma comissão. 

Outros 21% dos entrevistados disseram que costumam acompanhar familiares ou amigos a lugares que extrapolam seu próprio orçamento apenas para "não fazer feio".

Como foi mostrado pela pesquisa, o comportamento dos entrevistados reforça a ideia de para "ser" é preciso ter", o que pode trazer problemas como o superendividamento, já que o consumidor que compra por impulso ou para agradar aos outros corre o risco de perder o controle sobre o seu orçamento  e contrair dívidas, que podem se transformar em uma bola de neve.