quarta-feira, 2 de setembro de 2015

Procon-SP orienta sobre alienação compulsória da carteira da Unimed Paulistana

Em razão da medida adotada pela Agência Nacional de Saúde Suplementar – ANS, divulgada nesta quarta-feira (2/9) que determina a alienação compulsória da carteira de beneficiários da operadora Unimed Paulistana, o Procon-SP esclarece que o consumidor deverá ter seus direitos preservados e o atendimento mantido.

De acordo com a ANS, a medida foi tomada devido a operadora não ter conseguiu sanear os problemas apresentados desde 2009. A Unimed Paulistana deve negociar a transferência da totalidade de sua carteira de beneficiários no prazo de 30 dias corridos após o recebimento da intimação. Caso não ocorra a alienação neste prazo, a agência fará uma oferta pública para que as operadoras interessadas ofereçam propostas de novos contratos aos beneficiários desta operadora.

A operadora continua com a obrigação de atender aos seus beneficiários até que a transferência para outra operadora seja concretizada. Os consumidores, por sua vez, devem manter o pagamento das mensalidades em dia para garantir o direito à migração para a nova operadora.

Em caso de dúvidas ou denúncias, os beneficiários podem procurar o Procon de sua cidade.
Também podem entrar em contato com a ANS pelo Disque ANS (0800 701 9656), pela Central de Atendimento no portal da Agência (www.ans.gov.br) ou pessoalmente, nos Núcleos da ANS presentes em 12 cidades. 
No estado de São Paulo, são dois endereços: 
Núcleo da ANS em São Paulo: Av. Bela Cintra, nº 986 - 9º andar - Edifício Rachid Saliba - Bairro Jardim Paulista - São Paulo/SP. 

Núcleo da ANS em Ribeirão Preto: Av. Presidente Vargas, nº 2121 - 2º Andar - Sala 203 - Edifício Times Square - Ribeirão Preto/SP.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não serão publicados:

Comentários ofensivos e comentários que contenham dados pessoais como telefone, e-mail, endereço e informações bancárias (número de conta corrente e cartão de crédito, por exemplo).